Teste do pezinho

A Triagem Neonatal, popularmente conhecida como Teste do Pezinho é um exame realizado a partir de gotinhas de sangue do pé dos recém-nascidos. Segundo dados do Ministério da Saúde, anualmente o teste é aplicado em cerca de 2,4 milhões de bebês. 

É um exame obrigatório no Brasil e um dos primeiros realizados logo nos primeiros dias de vida. Ele busca detectar problemas de ordem genética e metabólica, antes mesmo do aparecimento dos sintomas, permitindo assim o tratamento adequado a fim de evitar deficiências intelectuais e prejuízos na qualidade de vida da criança.

O teste com coleta laboratorial simples e deve ser realizado preferencialmente entre o terceiro e o quinto dia de vida do bebê para propiciar o início imediato do tratamento. 

 

Variações do teste do pezinho

Existem diferentes tipos de testes do pezinho, a principal variável entre eles se relaciona ao número de patologias investigadas. O teste gratuito oferecido pelo SUS oferece a triagem mínima englobando 6 doenças. Mas na rede privada existem outras opções que detectam diferentes doenças metabólicas, infecciosas, genéticas e imunológicas.

As versões existentes investigam 30, 33, 38, 60 ou até mesmo mais de 100 doenças. Este exame é de suma importância e tem capacidade de modificar para sempre a vida do recém nascido, uma vez que detecta doenças graves que podem mesmo levar a óbito.

Acaso a criança apresente algum resultado alterado, exames complementares são realizados para confirmar ou excluir, já que alguns resultados alterados não significam que o recém-nascido tenha mesmo alguma doença.

Apesar dos testes de triagem terem alta sensibilidade, a precisão dos testes sofre interferências de diversos fatores, assim, resultados falsos positivos ou falsos negativos podem acontecer. Crianças que apresentam alguma patologia podem não ser indicadas no teste.

 

× Como posso te ajudar?